Iphone vs Google Wallet

/ Tecnologia

Google Wallet x Passbook da Apple

Qual é a melhor proposta?

A cada dia, os smartphones tentam suprir as necessidades mais comuns de seus usuários. De recursos simples como uma agenda a ferramentas mais complexas como aplicativos Office, estes dispositivos vão se tornando acessórios que reúnem praticamente tudo o que precisamos.

Uma vertente de aplicativos que vem sendo estudada e explorada é a utilização de smartphones para efetuar pagamentos nos estabelecimentos comerciais, na tentativa de “substituir” o papel-moeda e até mesmo os cartões de crédito. Diante disso, destaquei duas propostas diferentes e fiz um breve comparativo entre elas: o Google Wallet e o Passbook da Apple*.

O Google Wallet se baseia na tecnologia de comunicação NFC (Near Field Communication, ou Comunicação de Campo Próximo). A proposta é que os estabelecimentos possuam um receptor capaz de ler informações do pagamento (e outras possíveis informações úteis) simplesmente ao aproximar um smartphone dele. Por exemplo: eu tenho um smartphone com o sistema Android que possua o aplicativo necessário. Basta eu posicionar meu smartphone próximo ao receptor para o pagamento ser processado. Simples e prático. Ressalto que a Google tomou as devidas providências para tornar este mecanismo seguro, caso a pessoa perca o smartphone ou seja roubada. Existe uma senha que é requisitada para confirmar o pagamento e os dados armazenados dos cartões de crédito nunca são revelados. E a transmissão de dados é criptografada, claro.

Já o Passbook pensou um pouco diferente: “ao invés de instalar em cada estabelecimento um receptor, que tal eu usar o que eles já possuem?”. Dessa forma, a proposta da Apple é que seus smartphones possuam “cartões eletrônicos” que sejam capazes de gerar um código de barras ou QR code quando o usuário se aproximar de um estabelecimento. Esse código poderia ser lido tranquilamente pelas máquinas leitoras de código de barras que quase todo estabelecimento já possui. Ou seja: através de seu GPS, o iPhone poderia detectar que o usuário se aproximou do restaurante e gerar um código que poderia ser lido ao colocar o smartphone na frente do leitor de código de barras.

*É importante ressaltar que, ao contrário do que muitos rumores na Internet dizem, o Passbook ainda não foi projetado para efetuar pagamentos. O exemplo citado é de uma possibilidade futura do Passbook (possibilidade esta que a Apple deixou em aberto se colocaria em prática ou não). No momento, ele só pode ser utilizado para apresentar passagens aéreas, cupons e códigos de produtos que já foram comprados.

Supondo que a Apple confirmasse que utilizaria o Passbook para efetuar pagamentos, na minha opinião a proposta deles seria mais interessante, pelo fato de não gerar um ônus para os estabelecimentos com a instalação de receptores.

E você? O que acha? Compartilhe sua opinião aqui no blog!



Virtualize Soluções Digitais

Empresa especializada na criação de sites, desenvolvimento de jogos, de aplicativos para celular e para redes sociais como o Facebook. Localizada em Salvador - BA.